Escapamentos


Afinal, qual é o melhor escape? Uma pergunta que não quer calar.

Embora o assunto seja extremamente complexo, a resposta é relativamente simples. Devido às inúmeras variáveis e complexidade dos motores, fica praticamente impossível a construção de um escape perfeito, sem que o fabricante tenha disponível em mãos os dados técnicos do motor em que tal escape será aplicado. Portanto, se um motor é modificado ou alterado, o escapamento, que é parte integrante de um motor, deverá também ser adequado à nova configuração. Desta maneira fica claro que o escape certo para se obter um alto rendimento não pode ser genérico ou aleatório, precisa ser específico.

A grande maioria dos fabricantes de escapamentos tem como meta na construção de seus produtos, melhorar o desempenho de um motor original. Mas se o objetivo é extrair o máximo rendimento de um determinado motor, então o cenário é diferente, e será preciso aplicar nas fórmulas e equações de construção de escapes os novos dados técnicos do motor modificado. 

Sabendo disto, nos últimos anos a Force Cam vem desenvolvendo um escape que trabalha em sintonia com o comando de válvulas, e que tem incluído em seus cálculos, dimensões e medidas, o diagrama completo do comando aplicado. O resultado disto é uma notável diferença de ganho em toda a faixa útil do motor.
Clique para ampliar

Testado nas pistas com nossos pilotos, este novo escape chega a dar diferenças de até 2 segundos por volta quando comparado a outros escapes que não se encontram em sintonia ideal com o comando aplicado.
Clique para ampliar
Construído em tubos de inox de alta resistência para suportar as exigências do motocross, a proposta deste novo escape é extrair o máximo rendimento de um motor preparado para competição. Através de uma parceria, nosso projeto foi executado pela Roncar, uma das mais antigas e tradicionais empresas fabricante de escapamentos do brasil.

A engenharia de motores Force Cam trabalha incansavelmente para dar a você e a sua moto o que há de melhor em desempenho.

Att.,
Júlio Amaral, resp. Tech. FORCE CAM.